Cirurgia da Valva Aórtica.

"Imagem criada por Falcetti Junior"

Figura 1 – Posição da Valva Aórtica.

1) O que é a Valva Aórtica?

A valva aórtica é uma estrutura que separa o ventrículo esquerdo (principal câmara do coração) da artéria aorta (principal artéria que leva sangue para todo o organismo). (figura 1)


2) Qual a função da Valva Aórtica?

A valva aórtica regula o fluxo de sangue, permitindo com a sua abertura a passagem de sangue com oxigênio do ventrículo esquerdo para a artéria aorta (órgãos) e impedindo com o seu fechamento o retorno do sangue da artéria aorta para o coração. (figura 2)

"Imagem criada por Falcetti Junior"
       A                                    B

Figura 2 – Valva Aórtica em funcionamento:
A - fechada e B - aberta.

3) Quais as doenças que afetam a Valva Aórtica?

A principal doença que afeta a valva aórtica é a febre reumática no Brasil. Outras doenças podem afetar esta valva como congênitas (do nascimento), endocardite (infeciosa), degenerativas (senil, idosos), dentre outras.

4) O que pode acontecer com a Valva Aórtica com essas doenças? Quais são os sintomas?:

Podem ocorrer alterações na estrutura da valva aórtica causando seu estreitamento (Estenose Aórtica), que irá dificultar o fluxo de sangue do coração para os órgãos. Isto pode causar dor no peito, falta de ar, etc. Também podem ocorrer alterações que levem ao seu fechamento inadequado (Insuficiência Aórtica), o que causará o retorno do sangue da aorta para o coração. Isto pode causar cansaço, desmaios, etc.

5) No que consiste a cirurgia da Valva Aórtica:

O tratamento pode ser conservador ou troca da valva.
No tratamento conservador pode ser realizada a Comissurotomia Aórtica ou a Plástica da Valva Aórtica.
A Comissurotimia aórtica consiste na “abertura” da valva que se encontrava “fechada”ao fluxo de sangue
A Plástica da Valva Aórtica consiste na correção do refluxo da valva aórtica, conservando a valva.
Na Troca da Valva Aórtica, podemos utilizar uma prótese biológica ou mecânica.

6) Quais as diferenças entre as próteses biológica e mecânica?

As próteses mecânicas apresentam a vantagem de maior durabilidade, porém apresentam problemas de formação de coágulos de sangue (trombos) o que leva à necessidade de utilização de medicamentos para controlar a coagulação do sangue. Estes medicamentos devem ser utilizados com rigoroso controle médico.

As prótese biológicas apresentam a grande vantagem de não precisarem de medicamentos para a coagulação do sangue, porém apresentam menor durabilidade. Estas próteses apresentam com o passar dos anos problemas de rotura (“rasgo”) do material ou calcificação (“endurecimento”) do tecido biológico, devendo ser substituídas de acordo com os sintomas do paciente

Responsável pelas informações:
Dr. Carlos Manuel de Almeida Brandão

 

Voltar

     
 
© SCICVESP - Sociedade de Cirurgia Cardiovascular do Estado de São Paulo.